Posts Tagged ‘educação’

Mobilização de respeito ao ciclista encerra “Maio Amarelo” 2018

quinta-feira, maio 31st, 2018

Foto: Márcio James / Semcom

A Prefeitura de Manaus realizou, na nesta quarta-feira, 30/5, à noite a Mobilização de Respeito ao Ciclista, com um passeio ciclístico e orientação de condutores e pedestres sobre a importância do envolvimento de todos para a redução do número de vítimas de trânsito e a construção de um trânsito mais seguro.

A atividade foi promovida pelo departamento de educação do Instituto de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) e marcou o enceramento da programação do Movimento “Maio Amarelo” em 2018, que trouxe o tema “Nós Somos o Trânsito”.

A concentração dos participantes foi no Parque dos Bilhares, zona Centro-Sul, e o passeio seguiu para a Praça do Dom Pedro, na Zona Oeste, onde foi realizada a exibição de faixas com mensagens educativas, distribuição de materiais de conscientização e orientação a respeito dos cuidados para a prevenção de acidentes de trânsito.

Para o ciclista Antônio Caporazzo, 65, é muito bom para os ciclistas, motoristas, motociclistas e pedestres, que sejam realizados eventos de educação de trânsito, “É preciso chamar atenção das pessoas para que os condutores de veículos maiores deem preferência aos ciclistas, pois não é só lazer, muitos pais de família, estudantes e trabalhadores usam a bicicleta para sua locomoção diária”, enfatizou.

Para a diretora do Departamento de Educação e Estatística, Hanara Souza, a programação do “Maio Amarelo” em 2018 cumpriu sua missão levando mensagens de trânsito seguro e sensibilizando a população para a importância de dialogar sobre o tema e rever cada atitude que podemos ter para salvar vidas.

Foto: Márcio James / Semcom

“Nós trabalhamos com diversos projetos permanentes muito importantes para a educação e procuramos alcançar todos os públicos. Realizamos ações para crianças, adultos, universitários, idosos, motociclistas, condutores, pedestres. Entre nossas principais ações estão o “Manaus na Faixa”, o “Condutor Consciente”, o “Transversalizando” e o “Cine Moto”, destacou.

Mais de 100 atividades fizeram parte da agenda do movimento “Maio Amarelo” 2018. O sucesso da programação fortalece a integração entre a Engenharia, Fiscalização e Educação de trânsito desenvolvidos pelos profissionais do Manaustrans, com o objetivo principal de sensibilizar as pessoas para a importância de reduzir o número de vítimas no trânsito.

— — —

Texto: Helton de Lima / Manaustrans

Fotos: Márcio James / Semcom

Pedestres e condutores recebem ação educativa na Efigênio Sales

quinta-feira, maio 24th, 2018

Foto: Divulgação Manaustrans

Travessia segura, respeito às normas de circulação e às leis de trânsito são o ponto central do Projeto “Manaus na Faixa”, levado pela Prefeitura de Manaus aos pedestres e condutores que passavam pela avenida Efigênio Sales, próximo ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), no bairro Aleixo, na manhã desta quinta-feira, 24/5.

Durante a ação, promovida pelos educadores do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), foram distribuídos panfletos e exibidas faixas com mensagens educativas e de conscientização.

Os pedestres receberam orientações reforçando a necessidade de utilizarem o sinal da vida (estender a mão para indicar intenção de travessia), e os motoristas sobre a importância dos cuidados e do respeito as faixas de pedestres e sinalização para evitar acidentes.

O operador de caixa Patrick Silva afirma que a ação é muito positiva para reforçar o cuidado com a vida. “Está tudo tão corrido, que, às vezes até esquecemos de fazer o básico, como procurar uma faixa de pedestre, sinalizar antes de atravessar ou aguardar o semáforo abrir pra gente, acredito que isso faz toda diferença”, ressaltou.

Foto: Divulgação Manaustrans

Segundo a chefe da Divisão de Educação de Trânsito do Manaustrans, Maria Rita Santos, todas as ações promovidas pelo órgão cumprem o papel principal de evitar acidentes, salvar vidas e melhorar a qualidade de vida das pessoas inseridas no trânsito, sejam elas pedestres, ciclistas, motoristas ou motociclistas.

 

Foto: Divulgação Manaustrans

“Nós trabalhamos com vários projetos permanentes, voltados para todos os públicos. Esse mês eles estão intensificados integrando a agenda do Movimento Mundial “Maio Amarelo”, mas durante todo o ano promovemos o “Manaus na Faixa”, o “Condutor Consciente”, o “Cine Moto”, o “Trânsito em Conexão”, entre outros, destacou.

A agenda da 5º edição do Movimento “Maio Amarelo” segue para a última semana com ações e projetos intensificados para todos os públicos, levando o tema “Nós Somos o Trânsito”, voltadas para todos os públicos.

— — —

Texto: Helton Lima / Manaustrans

Fotos: Divulgação Manaustrans

Crianças participam de atividade educativa de trânsito

sexta-feira, maio 18th, 2018

Prefeitura de Manaus realizou, na manhã desta sexta-feira, 18/5, ação voltada para 37 crianças de 6 a 8 anos de idade. A atividade foi levada pela Educação do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) ao Parque Cidade da Criança, no Aleixo, em parceria com a Escola Vocacional Masrour (ADCAM).

Foto: Ricardo Oliveira/ Semcom

As crianças, que estudam no 1º, 2º e 3º ano do Ensino Fundamental, receberam material educativo com o ‘sinal da vida’ (estender a mão para pedir passagem na faixa de pedestre), participaram do teatro com fantoches, jogos ensinando as normas para travessia segura, pintura e circuito lúdico.

Para a neuropsicopedagoga da escola, Priscila Vital, 33, a parceria entre Prefeitura e escolas para levar educação de trânsito a crianças da rede pública e privada é de grande valia.

“As instituições e o trânsito precisam dessas ações para colocar na cabeça das crianças desde pequenas que devem ser cidadãos, que não precisam empurrar e podem resolver tudo de maneira pacífica”, ressaltou.

A diretora do Departamento de Estatística e Educação de Trânsito do Manaustrans, Maria Rita Santos, comentou que toda a equipe fica sempre muito feliz em ver o resultado alcançado com as crianças. “Eles realmente participam, e sempre aprendem algo novo do que passamos, isso evidencia a importância deste trabalho”, destacou.

Maria Rita lembra que a programação de educação voltada para crianças é constante. “Nós levamos os jogos, as brincadeiras, atividades lúdicas e teatro de fantoches às crianças da rede pública e particular durante todo o ano, basta fazer a solicitação ao setor, e estaremos lá pra atender”, fechou.

O aluno do 2º ano do Ensino Fundamental, Gabriel Zahir, 7, disse que achou muito legal a programação e se divertiu demais. “Eu aprendi o sinal da vida. Quando a gente vai atravessar a rua, temos que fazer o sinal da vida, eu não sabia disso e vou ensinar pra todo mundo lá em casa”, comentou.

A programação no Parque Cidade da Criança cumpre a agenda do Movimento “Maio Amarelo”, que segue com ações intensificadas para reduzir o número de vítimas de trânsito em todo o mundo.

— — —

Texto: Helton de Lima / Manaustrans

Foto: Ricardo Oliveira/ Semcom

Mostra interna do Projeto Transversalizando o Trânsito mobiliza estudantes da zona Oeste

terça-feira, junho 7th, 2016

IMG_3891

Oitenta alunos de sete unidades de ensino, da zona Oeste da cidade, que trabalham com a Educação Infantil até o Ensino Fundamental apresentaram, na tarde desta segunda feira, 6, de forma criativa, brinquedos e jogos educativos feitos a partir de materiais reciclados e projetos voltados ao trânsito, no Centro de Convivência Magdalena Arce Daou, durante a 1ª Mostra de Educação para o Trânsito, organizada pela Divisão Distrital Zonal (DDZ) Oeste.

A ação faz parte do projeto ‘Transversalizando o Trânsito’, que acontece em toda rede municipal de ensino, por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).

De acordo com um dos coordenadores da atividade, o assessor pedagógico da DDZ Oeste, João Batista, o maior objetivo da Mostra foi repassar os IMG_3869principais conhecimentos trânsito aos alunos e, a partir daí, torná-los disseminadores. Ainda segundo Batista, com a ação, os estudantes têm a possibilidade de se tornar futuros condutores mais conscientes em relação às normas e as regras de trânsito.

“Objetivo desta mostra é conscientizar e preservar a vida. É fazer o aluno entender que apesar de não possuir habilitação pode contribuir, sim, para o trânsito, disseminando as informações que aprendeu em sua escola, entre seus amigos e parentes que são condutores”, destacou ao acrescentar que o ensino pode contribuir para o estudante se tornar um pedestre mais responsável e consciente sobre seus direitos e deveres nas vias que percorre.

Mostras internas

A exposição faz parte das mostras internas que estão acontecendo desde o mês de maio em toda a rede municipal de ensino. Uma equipe de educação do Manaustrans orienta a produção do material de cada escola e garante que os conhecimentos trabalhados nos jogos desenvolvidos pelas crianças estejam de acordo com as leis e normas previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A chefe da Divisão de Educação para o Trânsito do Manaustrans, Maria Rita, que está acompanhando todas as exposições, disse que as escolas estão entendendo a proposta destes momentos internos que é sensibilizar os alunos e toda a sociedade, sobre a temática trânsito, por meio de brinquedos e demais recursos educativos, utilizando materiais recicláveis, como papelão e garrafas PET.

“Desde a primeira mostra, temos percebido, muita criatividade, uma riqueza de ideias, sem desmerecer nenhuma e, principalmente, que as unidades de ensino estão compreendendo a proposta das mostras internas”, destacou.   

Trabalhos apresentados

Umas das unidades participantes na exposição da DDZ Oeste foi a Escola Municipal Guilherme Backer.IMG_3865 A escola apresentou o projeto: “Eu sou a mudança no trânsito”. O trabalho foi ilustrado por meio de uma pista confeccionada com materiais recicláveis por alunos de toda a unidade escolar, que simbolizava as regras e sinalizações de trânsito. Um dos alunos que participou da construção da pista foi Gabriel Vitor, 13 anos, estudante 8º ano.

Para o aluno, o trabalho feito em sua escola lhe ajudou a entender que desde já pode se tornar um condutor consciente. “Antes, eu não sabia que era tão importante respeitar a sinalização e muito menos que um trânsito seguro depende de condutores conscientes”, destacou.

IMG_3861Outra escola que fez parte da atividade foi a Maria Rufina. A unidade demostrou umas das ações realizadas dentro do projeto “O Batalhão do Bem”, que trabalha com questões ambientais, especificamente, com a preservação e conservação do meio ambiente. Durante a sua exposição, a escola demostrou de que forma o uso da bicicleta influencia para um em meio ambiente sem poluição, por meio de vias e uma ciclovia. De acordo, com a gestora da escola, Sandra Aguiar, o simbolismo, é importante para as pessoas entenderem a importância de trocar o carro por bicicletas.

“A nossa intenção é mostrar para as pessoas que andar de bicicleta é saudável e que o seu uso contribui diretamente para um meio ambiente mais saudável, pois com ela diminuímos a poluição tanto do ar quanto sonora, com barulho dos carros”, afirmou a gestora, Sandra Aguiar.

Texto: Emerson Felipe

Foto: Marcelo Lima

Projeto ‘Transversalizando o Trânsito’ mobiliza mais de 34 mil alunos da rede municipal

quarta-feira, maio 25th, 2016

25-05-16-Transversalizando o trânsito.Foto-Marcio James (2)

Mais de 34 mil alunos de 60 escolas municipais apresentaram, nesta quarta-feira, 25, jogos educativos de trânsito produzidos com material reciclado. A ação aconteceu na Escola Municipal Professor Raimundo Almeida Lúcio, no bairro Terra Nova, zona Norte. A mostra interna dos trabalhos desenvolvidos pelo Projeto “Transversalizando o Trânsito” conta com a parceria do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito e da Secretaria Municipal de Educação (Semed), além de compor o cronograma de atividades do Movimento “Maio Amarelo 2016” da Prefeitura de Manaus.

A programação foi dividida entre o turno da manhã, com alunos da educação infantil, e a tarde com os alunos do ensino fundamental. Os alunos de ensino infantil de 22 escolas apresentaram os trabalhos desenvolvidos em sala de aula. Trilhas de trânsito, jogos da memória e de dama foram algumas das atividades desenvolvidas pelas crianças. Todos os trabalhos tiveram o tema “Trânsito” e consistiram no ensino das normas e leis do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), como o significado das placas, cores do semáforo e cuidados ao atravessar.

25-05-16-Transversalizando o trânsito.Foto-Marcio James (1)Para a chefe da Divisão de Educação para o Trânsito do Manaustrans, Maria Rita, o resultado do trabalho apresentado pelas crianças foi gratificante. “Muitas escolas demonstraram o interesse e o comprometimento com a temática ‘Trânsito’, aderindo à iniciativa do Projeto Transversalizando e promovendo a educação dessas crianças. É um trabalho muito importante e podemos ver o resultado materializado no comportamento dos alunos e de suas famílias”, comentou.

Arthur Vinicius, aluno do 2º ano do ensino fundamental da Escola Olga Gutman Benário foi dos estudantes envolvidos na ação.  Ele demonstrou o que aprendeu durante todo o trabalho. “Muitas pessoas morrem por falta de atenção ao atravessar a rua”, disse.

A chefe da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Norte, Arlete Mendonça, representando a Semed,25-05-16-Transversalizando o trânsito.Foto-Marcio James (5) destacou que por meio da educação é possível contribuir para a formação social das crianças que já são pedestres e um dia poderão ser condutores também. “Além de aprender as regras de trânsito ainda pequenas, nossas crianças são o melhor canal para se chegar aos pais, à sociedade e promover a conscientização dessas pessoas em relação à preservação da vida”, afirmou.

A dona de casa Val Martins, 25, mãe de um dos alunos, assegurou que o filho mostra em casa o que tem aprendido na escola. “Ele não anda mais na rua, só na calçada. Se eu ou o pai vamos atravessar aonde não tem uma faixa de pedestres, ele chama a nossa atenção. Acho muito bom aprender isso na escola e até ensinar à família. Assim vai ser um adulto que respeita o trânsito e a vida dos outros”, ressaltou.

Maquete

25-05-16-Transversalizando o trânsito.Foto-Marcio James (7)Um dos 36 projetos apresentados no período da tarde foi o da Escola Arquiteta Angélica, que demostrou por meio de uma maquete uma suposta rua de uma cidade, com vias, pedestre, carros e, principalmente, a sinalização de trânsito. A ideia era demostrar como funciona a legislação do trânsito e como o condutor deve agir em relação ao Código de Trânsito Brasileiro.

Umas das responsáveis pela escola na mostra foi professora Carla Ângela da Silva. De acordo com a educadora, a ação é importante para trabalhar a cidadania com os alunos. “Esta ação é importante para conscientizar as crianças sobre as regras de trânsito e também para trabalhar a cidadania, o direito e o dever de cada um em relação ao trânsito”.

Texto: Helton de Lima (Manaustrans) e Emerson Felipe (Semed)

Fotos: Márcio James