08/05/12 | 10:12
Plano emergencial inclui fechamento de vias

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) elaborou um Plano Emergencial para promover um trânsito seguro em função do alagamento de algumas vias da cidade provocado pela subida das águas do rio Negro e dos igarapés. O objetivo é estabelecer rotas e caminhos alternativos para desviar usuários das áreas afetadas e assegurar a mobilidade de pedestres e condutores.

O Manaustrans identificou que algumas ruas dos bairros do Centro, São Geraldo, São Raimundo, Educandos, Glória, Raiz, Presidente Vargas, Betânia e São Jorge estão ameaçadas pela enchente. As áreas estão sendo monitoradas diariamente por agentes de trânsito preparados para intervir caso seja necessário fazer a interrupção do tráfego.

A atenção está direcionada ainda para áreas como as ruas Barão de São Domingos, no trecho entre as ruas Pedro Botelho e Tabelião Lessa e o final da avenida Eduardo Ribeiro, entre a Sete de Setembro e Marques de Santa Cruz.

INTERDIÇÕES – A partir de quarta-feira (09) a alça inferior da Ponte dos Bilhares, utilizada como retorno para a avenida Constantino Nery, será totalmente interditada. No último domingo (06), foi fechada, primeiramente, a faixa no sentido bairro/centro. Em virtude da enchente do Igarapé do Mindu, o sentido inverso da via também será fechado para garantir a segurança do tráfego na área.

Com a interdição, a opção de retorno no sentido bairro/centro é acessar a avenida São Jorge, rua Artur Bernardes e retornar para a avenida Constantino Nery. No acesso centro/bairro, o retorno deve ser feito na mesma avenida, a um quilômetro depois da ponte, no semáforo em frente à panificadora Núbia.

Outra área fechada desde o dia 30 de abril é o trecho da Rua dos Barés, esquina com a Joaquim Nabuco. O Manaustrans sinalizou a área com cones para indicar o alagamento. Agentes de transito orientam motoristas a fazer o desvio pelas ruas Miranda Leão e Andradas, para acessar a avenida Lourenço da Silva Braga (Manaus Moderna).