07/06/16 | 9:08
Mostra interna do Projeto Transversalizando o Trânsito mobiliza estudantes da zona Oeste

IMG_3891

Oitenta alunos de sete unidades de ensino, da zona Oeste da cidade, que trabalham com a Educação Infantil até o Ensino Fundamental apresentaram, na tarde desta segunda feira, 6, de forma criativa, brinquedos e jogos educativos feitos a partir de materiais reciclados e projetos voltados ao trânsito, no Centro de Convivência Magdalena Arce Daou, durante a 1ª Mostra de Educação para o Trânsito, organizada pela Divisão Distrital Zonal (DDZ) Oeste.

A ação faz parte do projeto ‘Transversalizando o Trânsito’, que acontece em toda rede municipal de ensino, por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).

De acordo com um dos coordenadores da atividade, o assessor pedagógico da DDZ Oeste, João Batista, o maior objetivo da Mostra foi repassar os IMG_3869principais conhecimentos trânsito aos alunos e, a partir daí, torná-los disseminadores. Ainda segundo Batista, com a ação, os estudantes têm a possibilidade de se tornar futuros condutores mais conscientes em relação às normas e as regras de trânsito.

“Objetivo desta mostra é conscientizar e preservar a vida. É fazer o aluno entender que apesar de não possuir habilitação pode contribuir, sim, para o trânsito, disseminando as informações que aprendeu em sua escola, entre seus amigos e parentes que são condutores”, destacou ao acrescentar que o ensino pode contribuir para o estudante se tornar um pedestre mais responsável e consciente sobre seus direitos e deveres nas vias que percorre.

Mostras internas

A exposição faz parte das mostras internas que estão acontecendo desde o mês de maio em toda a rede municipal de ensino. Uma equipe de educação do Manaustrans orienta a produção do material de cada escola e garante que os conhecimentos trabalhados nos jogos desenvolvidos pelas crianças estejam de acordo com as leis e normas previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A chefe da Divisão de Educação para o Trânsito do Manaustrans, Maria Rita, que está acompanhando todas as exposições, disse que as escolas estão entendendo a proposta destes momentos internos que é sensibilizar os alunos e toda a sociedade, sobre a temática trânsito, por meio de brinquedos e demais recursos educativos, utilizando materiais recicláveis, como papelão e garrafas PET.

“Desde a primeira mostra, temos percebido, muita criatividade, uma riqueza de ideias, sem desmerecer nenhuma e, principalmente, que as unidades de ensino estão compreendendo a proposta das mostras internas”, destacou.   

Trabalhos apresentados

Umas das unidades participantes na exposição da DDZ Oeste foi a Escola Municipal Guilherme Backer.IMG_3865 A escola apresentou o projeto: “Eu sou a mudança no trânsito”. O trabalho foi ilustrado por meio de uma pista confeccionada com materiais recicláveis por alunos de toda a unidade escolar, que simbolizava as regras e sinalizações de trânsito. Um dos alunos que participou da construção da pista foi Gabriel Vitor, 13 anos, estudante 8º ano.

Para o aluno, o trabalho feito em sua escola lhe ajudou a entender que desde já pode se tornar um condutor consciente. “Antes, eu não sabia que era tão importante respeitar a sinalização e muito menos que um trânsito seguro depende de condutores conscientes”, destacou.

IMG_3861Outra escola que fez parte da atividade foi a Maria Rufina. A unidade demostrou umas das ações realizadas dentro do projeto “O Batalhão do Bem”, que trabalha com questões ambientais, especificamente, com a preservação e conservação do meio ambiente. Durante a sua exposição, a escola demostrou de que forma o uso da bicicleta influencia para um em meio ambiente sem poluição, por meio de vias e uma ciclovia. De acordo, com a gestora da escola, Sandra Aguiar, o simbolismo, é importante para as pessoas entenderem a importância de trocar o carro por bicicletas.

“A nossa intenção é mostrar para as pessoas que andar de bicicleta é saudável e que o seu uso contribui diretamente para um meio ambiente mais saudável, pois com ela diminuímos a poluição tanto do ar quanto sonora, com barulho dos carros”, afirmou a gestora, Sandra Aguiar.

Texto: Emerson Felipe

Foto: Marcelo Lima