22/06/14 | 20:16
Manaustrans garante acesso tranquilo dos torcedores à Arena da Amazônia

Avenida Constantino Nery, interditada.

Os espectadores que foram assistir ao jogo Portugal X Estados Unidos, na tarde deste domingo, 22, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, tiveram um acesso tranquilo ao estádio, caminhando a pé nas ruas que foram interditadas pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans). Desde às 9h da manhã, os trechos das principais avenidas que contornam a Arena foram monitorados por agentes de trânsito e ao meio-dia o acesso para veículos foi bloqueado.

As primeiras interdições foram realizadas nas avenidas Pedro Teixeira e Lóris Cordovil, no trecho entre a Alameda do Samba e a avenida Constantino Nery. No início da tarde, o tráfego na avenida Constantino Nery foi interrompido no trecho entre o viaduto de Flores e a avenida Darcy Vargas. A avenida Djalma Batista, área restrita para embarque e desembarque de passageiros do transporte coletivo, foi interditada às 14 horas.

Os agentes do Manaustrans não constataram ocorrências de estacionamento irregular nas ruas que contornam a Arena. No entanto, foi necessário orientar um grupo de estrangeiros que insistia em estacionar na área de restrição.

A escolta das delegações de Portugal e Estados Unidos, desde a saída dos hotéis, na zona Centro-Sul, até a Arena, foi acompanhada pelo Manaustrans. O percurso foi organizado por agentes em motos que atuaram em postos de controle de trânsito nos cruzamentos de maior movimento ao longo das rotas protocolares. Os agentes atuaram nesses locais com uma hora de antecedência para facilitar a passagem dos veículos escoltados.
Muitos torcedores saíram cedo de casa, mas afirmaram não terem enfrentado problemas para chegar ao estádio e mais uma vez elogiaram todo o trabalho realizado pela Prefeitura de Manaus.
O industriário Marcelo Cavalcante, que foi à Arena torcer por Portugal, disse que Manaus apresentou um show de organização nos dois primeiros jogos e destacou que desta vez não está sendo diferente. “Na nossa cidade, tudo está maravilhoso e estamos dando um show”, comentou ele.
Para que tudo ocorra dentro do esperado, o diretor de operações do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) coronel Raimundo Encarnação informou que, ao todo, 72 homens do órgão estão atuando no quadrilátero da Copa.
O coronel explicou que todo o trabalho é para manter em ordem a fluidez do trânsito e a segurança dos torcedores que estão na Arena da Amazônia. “Nós sempre somos os primeiros a chegar e os últimos a sair. Até o momento, tudo, ocorre dentro da normalidade, assim como foi nas partidas anteriores”, afirmou.
Quem também não enfrentou problemas para chegar à Arena, foi a aposentada Maria Barbosa, 52. Ela, que veio junto com a filha, da Cidade Nova, zona Norte, usou o Transporta, serviço destinado exclusivamente aos idosos e pessoas com deficiência. “Até aqui, sem problemas. Agora, é entrar no estádio e esperar que Portugal faça sua parte”, disse.